23 janeiro 2015

Chuva de verão

É realmente difícil pensar em me relacionar novamente com homens depois de tanto tempo namorando meninas, conquistando meninas, tentando entender meninas e mulheres.
Não é algo que estava nos planos.
Aconteceu.

Como chuva no fim da tarde. Como uma chuva de verão, onde minutos antes o céu estava azul e límpido... Sem sinal de nuvens... Sem que alguém esperasse.

Acho que esse fato inusitado deixa as coisas ainda mais gostosas...
Esse sabor de fruto proibido.

Fujo por medo de me entregar.
Mas meus pensamentos não conseguem fugir tanto assim...

Não sei o que esperar.

*escrito ao som de

Real Time Analytics