26 setembro 2013

Sobre sexo casual e saudades

Ando querendo entender essa saudade.
Se é só saudade ou se é uma espécie de não aceitação de "sexo casual".
Não que eu não goste, não que eu não curta.

Só fica difícil de entender não querer um segundo encontro quando as duas partes curtiram, quando as duas pessoas são legais.
Ou talvez só eu tenha achado bom. Essa é uma possibilidade forte. Talvez seja só a distância.

O que quero dizer, é que, se não fosse toda essa distância, rolaria de novo?
Foi só sexo casual?
Será que ela também sente saudade?

É tanta coisa na minha cabeça. São tantas perguntas, tantas coisas que eu queria saber, como se ela tivesse as respostas pra me dizer quem sou... Como se me faltasse um rumo na vida e ela tivesse as respostas sobre isso.

E misturado a tudo isso, é mágoa e vazio.
A pior parte é que perdi minha melhor amiga. É isso que mais tem machucado.

Enquanto isso, vou vivendo: um dia de cada vez. Tentando não demonstrar, tentando esconder as olheiras por não dormir direito, por perder o sono cedo. Tentando não pensar no que não pode ser.

Hoje estou bem cansada. Trabalho e pouco tempo de sono.
Não vejo a hora da minha próxima folga chegar.



Comente primeiro

Real Time Analytics