18 dezembro 2011

Na madrugada, abandonada...

"E não atende o celular..." Ok, péssimo gosto começar esse post com um funk, mas né? foi o que me veio à cabeça neste instante. Estou com saudade de escrever neste espaço, saudade de falar com a galera que sempre vem aqui, saudade de contar sobre a minha vida. Estou trabalhando feito louca, prestes à virar "gerente", então tempo é algo que não anda sobrando. Em contrapartida, o trabalho me faz ter contato com pessoas diferentes todos os dias. E pessoas diferentes têm histórias diferentes. É uma das partes mais incríveis de se fazer o que faço. Dia desses tinha umas três solteironas dando em cima de mim absurdamente. Mulheres mais velhas que não sei o que viram na pessoa que as atendia. Faz bem pro ego? Faz. Mas ao mesmo tempo é estranho. Acho que no trabalho onde mais vale aquela "máxima" de que "eu sou legal, não estou te dando mole".

3 já falaram

Sofia, disse...

Ei! Ah, bom pensar que você tá crescendo no trabalho rs. Melhor pensar por esse lado né? Quanto às pessoas que se aproveitam em certos momentos: é estranho, mas depende muito do momento em que cada uma vive. Normal, acontece.

Anônimo disse...

Demorou mt para postar, finalmente, neh? Tb estou c saudade de ler seus textos, contando as coisas da vida.
Que legal que está crescendo profissinalmente, parabéns!
Hum, se me permite algumas observações...solteironas não eh preconceito? Já fui mt paqueerada por essa moças c mais idade e..algumas bem interessantes e charmosas,rsrs., principalmente, bem de vida!

Não sabe o que viram na pessoa que atendia?! Uai...e por que não?!
Bom, volte sempre e mais vzs, tá?

bjs
Fabíola

Alice disse...

Nada de preconceito com as coroas, tem muita "solteirona" gata por aí! :)
Parabéns pelo sucesso no trabalho.

Real Time Analytics