21 setembro 2010

Não só canta mas...

Luta pelos direitos do seu público. Não a toa Lady Gaga faz o sucesso que faz.
Hoje na Folha de SP saiu outra matéria sobre a cantora/performista/show woman.
Engajar-se na luta contra a homofobia, ainda mais quando tem-se os holofotes de todo o mundo sobre si serve ao menos pra jogar uma luz sobre o assunto.

No entanto, o que me preocupa é a personalidade um tanto quanto extravagante de Gaga. Para quem não tem contato com "coisas diferentes" torna-se fácil passar a achar que toda a população LGBT tem hábitos ou estilo de vida semelhante ao da nova Princesa do Pop.

Se for analisar, grande parte do público de Gaga é "normal", parafraseando José Serra, são pessoas como eu, como você, como a sua namorada, quem tem uma vida, trabalham e não saem por aí vestidos com pedaços de carne ou só de calcinha e sutiã.


Lady Gaga pede fim de homofobia no Exército

A cantora Lady Gaga organizou ontem uma manifestação nos Estados Unidos contra a proibição de homossexuais declarados de integrarem o Exército do país- a política do "não pergunte, não diga".
O foco da manifestação em Portland, no Estado do Maine, são dois senadores republicanos que podem ser cruciais para que a proibição no Exército seja derrubada e o homossexualismo aceito nas Forças Armadas do país. A votação está prevista para hoje.

2 já falaram

Anônimo disse...

Sim, a imagem pode atrapalhar, confundir, provocar desprezo. Mas, antes uma manifestação trazendo à luz sobre um assunto, do que a indiferença ou omissão. Acho que tem mais é que botar a boca no trombone mesmo, alguma reflexão irá gerar...o que é ótimo.

bjs
lua

O infinito é logo ali... disse...

Nossa!
Infelizmente ainda no Brasil assistimos oficias sofrendo com a homofobia.

Real Time Analytics