20 janeiro 2010

Querido Diário: Insanidades

É insano dizer que ama e que não quer estar por perto.
É insano dizer que ama e que não seria capaz de perdoar.
É insano dizer que ama e querer que o outro sofra.
É insano dizer que ama e na semana seguinte não amar mais.

Por ser tão insano dizer coisas assim, por não ter lógica, por serem irreais, por esses e tantos outros motivos eu sei que eu ainda posso dizer que eu amo.

Mesmo que isso signifique fazer papel de trouxa.
Mas amar, não quer dizer esquecer, não quer dizer não magoar-se.



p.s.: eu disse que ia fechar o blog, mas escrever está ajudando a limpar a alma.

4 já falaram

Thais disse...

não é questão de ser trouxa. ok? to com curiosa com uma coisa. Não sei se posso, mas vou perguntar: oq dona josé fala? ou não fala?

Chrys Farias disse...

oq dona josé fala? ou não fala?²
Sei + ou - como vc tá se sentindo, até porque cada caso é um caso, mas nunca perca a esperança ;)
Beijocas

Eu sou... disse...

escrever é fulga!
E amar de alguma forma é insano!é loucura!

Anônimo disse...

Verdade, amar não quer dizer que perdoamos, que esquecemos...
Acho o perdão nobre, mas para existir isso, tem que valer muito a pena, a pessoa tem que lutar muito para merecer esse perdão, mais que isso, demonstrar arrependimento e maturidade.

Abração
Kamila

Real Time Analytics