15 dezembro 2009

Vamos falar de sexo?

Não vou reclamar, mas é estranho não ter exatamente sobre “quem” escrever. Não que eu não tenha histórias, mas é que eu tento preservar meu relacionamento de uma exposição desnecessária, tanto que as únicas coisas que deixo transparecer são os “coraçõezinhos que eu fico arrotando” tal qual bolha de sabão.

Enfim...
Dia desses notei que “sexo” é assunto recorrente nas rodinhas sociais das quais participo, tanto online quanto off (ou na vida real, se você preferir). Precisamente, estava conversando sobre a importância do "ato" no relacionamento. Mesmo sem querer foi como se eu começasse a conversar com alguns amigos e continuasse a conversa com outras pessoas que sequer se conhecem.

Tempos atrás um amigo terminou com o namorado por causa do sexo. Ou da ausência dele, pra ser exata. Formavam um casal fofo, se dava muito bem, mas meu amigo confessou sentir falta de uma “pegada mais forte” na hora H. Preferi não opinar. Acredito que no caso dos homens, que assumem um comportamento/identidade sexual - seja ela de ativo ou passivo - deve ser um tanto quanto difícil alterar esse esquema de “personagens”. Não que ele não soubesse que o namorado era ativo/passivo antes de começar o namoro, sim ele sabia, e justamente por isso esperava outro posicionamento do companheiro.

Aviso que vale pra geral: Nem sempre ser ativo significa tomar a dianteira e partir pra ação, assim como ser o lado “passivo” da história não quer dizer que você vai esperar e não retribuir em nada, right?
No caso do amigo passaram-se três meses e o que parecia lindo começou a ser empurrado com a barriga, até que meu amigo tomou coragem chegou e conversou, explicou numa boa que do jeito que estava não estava legal e que a relação tinha virado uma coisa fraternal.

Sexo é importante? É óbvio que é. E é questão de ter intimidade, não pra fazer tudo o que deseja, mas pra conversar sobre isso. Falar sobre o que gosta mais, sobre como gosta, e ir melhorando a química com o tempo. Ok, que tem pessoas que são realmente ruins de cama (e isso me lembra uma puta duma “interna”, aliás, só “interna” - puta tem que trabalhar bem, caso contrário vai à falência e nesse caso... ah deixa pra lá...).

Não me imagino vivendo um relacionamento sem sexo. Pelo menos não por enquanto, porque nesse sentido nós mulheres levamos uma ampla vantagem sobre os homens em relação ao tempo. Dificilmente uma mulher vai ficar “broxa”.

Sexo reflete a saúde do relacionamento. Pelo menos a meu ver. Impossível em um relacionamento “bacana” (é, eu gosto de gírias velhas) não haver desejo, não haver vontade. Pode até ser que o ato/pegação não ocorra, seja por falta de tempo, local, ou condições fisiológicas, mas vontade? Ela sempre está por ali. Tem dias que aparece “aquela” dor de cabeça? Tem, mas não dever ser recorrente. Se isso acontecer com você, minha amiga, eu sugiro que procure um neurologista urgentemente.

E você, o que acha?

10 já falaram

Anônimo disse...

Penso assim...sexo é importante sim. Qdo. a gente ama, a gente deseja a pessoa de corpo e alma. Mas, cada um tem seu ritmo, suas necessidades, e muitas vzs a intensidade da sua vontade não bate com o do seu amor, então tudo tem que ser bem conversado para não criar inseguranças ou desapontamentos. Tem o fator tempo de relacionamento tbm. Com o tempo a frequencia não é mais prioridade, e sim a qualidade, o carinho, a cumplicidade, etc...e claro, o desejo tem que estar sempre vivo de preferência!

Abraços
Karen

Conto de Meninas disse...

Sexo não é tudo num relacionamento!Principalmente os relacionamentos de muito tempo!Mas que ajuda a esquentar a relação, ajuda!

Rebeka disse...

Bem eu adoro sexo, digo isso pq falo sobre, escrevo sobre, e FAÇO, rs.

Já tive problema em que ex minha não me satisfazia, e percebi que o problema não era o sexo, o problema é q eu não sentia tesão por ela.
Já em outros casos, não sentiam tesão/vontade de fazer comigo.

Hoje vivo um relacionamento pleno neste quesito em que ambas tem as mesmas necessidades e vontades na mesma hora, isso torna o relacionamento mais leve e gostoso, e conforme o tempo passa você percebe que todas essas "brincadeiras" complementam e ajudam o bem do relacionamento.

Minha opinião é sexo por hora é quase que necessario mas não é tudo.

beijos e adorei sua abordagem sobre o tema.

Escaminha disse...

Sexo é mais que necessário numa relação.
Eu AMO e não nego.
E o meu relacionamento a gente costuma dizer que é que nem vinho...quanto mais tempo estamos juntas...é mais gostoso, cada dia é diferente, cada dia é mais intenso.

manicomiomundo disse...

Bem interessante você resolver comentar desse tema.
Por acaso já leu 'a seita da fênix' de borges?

Eu mesma disse...

Eu costumo conversar abertamente sobre sexo, tipo, 'gosto disso, não gosto daquilo, aquela posição de ontem foi interessante, etc' normalmente as conversas são bem divertidas, necessárias na relação.

Acho que Rita Lee explica bem: "Amor sem sexo é amizade" ( o que não significa que não se pode ter amizade e sexo ao mesmo tempo).

Theo disse...

Sexo é mesmo assunto recorrente, né?
Ontem mesmo, num bar, falávamos sobre isso! Duas meninas, q são casadas, um casal hétero e eu. Cada um tem uma percepção diferente do sexo, dá pra ver q é diferente para homens e mulheres, héteros e gays...
Acho q sexo é sim, fundamental, mas qdo ele é o principal pilar do relacionamento, tende a cair logo na primeira dor de cabeça!

Belo texto, mais uma vez!

bjo ^^

Alice disse...

Eu acho que o sexo é um bom termômetro da relação, tanto em quantidade quanto, principalmente, em qualidade. Meu primeiro namoro afundou juntamente com o tesão, quanto mais o relacionamento se desgastava, menos sexo rolava - e ficava cada vez pior. E concordo que namoro sem sexo é amizade; tesão é fundamental.

Lari disse...

Sexo é com certeza termômetro da relação, não acredito que duas pessoas apaixonadas e em um relacionamente bacana não se desejem! Muito embora eu tenha conhecido um casal que não curte muio sexo e se dá extremamente bem, vai entender?!

Anônimo disse...

olá, sou uma menina heterosexual, e tenho um certo problema com esse assunto, namorei tres anos e um dos motivos da separação por parte dele foi isso. pois sinto que não estou preparada para tal coisa.
Mais acho que sexo é essencial na nossa vidA,SÓ acredito que tudo tem seu tempo

Real Time Analytics